Às vezes é preciso parar

Oi, pessoas!

Aqui estou, do nada, depois de uma breve ausência. Sei que para os padrões da internet, um mês é uma eternidade. Mas, na vida real, esse tempo passa voando, sei que vocês sabem disso.

Deixei o blog de lado no último mês e meio, isso porque estava lidando com muitas coisas ao mesmo tempo – recuperação de cirurgia, questões de saúde na família, mudança de trabalho, retorno das aulas… Sem falar na vida cotidiana que insiste em pular na nossa frente, independentemente do que esteja acontecendo no aspecto mais amplo, digamos assim. Estava exausta, me sentindo mentalmente confusa (fico assim quando estou muito estressada e não descanso direito), sentindo que precisava parar antes que algo mais grave acontecesse. Então parei.

A primeira coisa que fiz foi deixar de prorrogar a decisão de sair do trabalho e dar meu aviso prévio. Nada grave aconteceu, a empresa onde eu trabalhava está passando por mudanças e a área onde atuava começou a se transformar em algo que não tem nada a ver comigo e com a qual não tenho nada a contribuir. Estava me sentindo frustrada e cada dia de trabalho me deixava mais ansiosa. Estou em um novo emprego, que tem mais a ver com o que me interessa profissionalmente.

A segunda decisão foi a de trancar a faculdade neste semestre. Participei das aulas nas duas primeiras semanas, mas não consegui me concentrar em nada. Amo estudar Letras, me matriculei em disciplinas incríveis neste semestre, mas estava sendo um fator de ansiedade na minha vida. Quando comecei a cursar essa segunda graduação, prometi a mim mesma que não faria nada correndo e de qualquer jeito, então, depois de pensar um pouco, decidi que poderia fazer essa pausa e voltar no próximo semestre. Ainda estou devendo falar como tem sido estudar Letras, vou aproveitar esse “período sabático” do curso para voltar aqui e contar tudo, prometo.

A terceira decisão foi a de retirar da minha agenda todas as atividades que não fossem extremamente necessárias, para ter um pouquinho de tempo livre – algo que eu não estava tendo nem nos fins de semana. Por isso, o blog ficou abandonado, deixei de dar aulas particulares, comecei a falar não para alguns pedidos de: “dá uma olhadinha no meu texto”.

Tudo isso já tirou um peso ENORME dos meus ombros que vocês nem podem imaginar. Ainda não me sinto 100% descansada mentalmente, estou sempre com a sensação de que preciso fazer algo. Além disso, preciso criar uma nova rotina de trabalho e organizar algumas coisas, mas essa “limpeza” já me ajudou a me sentir muito melhor e tem me dado forças para lidar com algumas situações da vida que tem aparecido por aqui.

É isso, às vezes é preciso parar e acho que, em geral, a gente consegue reconhecer esses momentos muito bem. O problema é que nem sempre é possível fazer isso. No meu caso, não foi possível parar com tudo e simplesmente descansar. Tenho que continuar trabalhando, existem as responsabilidades da casa, as responsabilidades da vida, mas mudei ou retirei o que consegui e é isso que deixo de sugestão hoje.

Nem sempre é fácil fazer essa limpeza, tomar decisões importantes, dizer não, se movimentar. Para mim é muito difícil, mas sempre me lembro da frase de uma música do Calle 13 – “si quieres cambio verdadero, pues, camina distinto“: se você quer uma mudança verdadeira, caminhe diferente, ou seja, por outro caminho. Não dá para esperar que tudo mude e melhore se a gente continua fazendo as mesmas coisas.

Bem, com a rotina um pouco mais tranquila, espero aparecer aqui mais vezes e cumprir todas as promessas de texto que fiz. Obrigada por quem continua aqui, nessa troca que gosto muito.

Até mais ler!


4 comentários sobre “Às vezes é preciso parar

  1. Olá, Sarah! Tudo bem? Adorei o seu texto e te desejo nesse novo caminho novas oportunidades, aprendizados e forças para recomeçar e concordo quanto aqueles momentos de pausas necessárias e a depender do caos em que vivemos se tornam urgentes. Adorando esse outro lado da internet que ao passar dos anos perderam espaços para outras plataformas, sobretudo as de vídeos como YouTube, Tiktok e agora o Reels no Insta. Eu diria que ter um Blog atualmente é um ato de resistência, rsr. Conheci o seu blog, por causa do blog da Karina Kushnir em um texto ao qual ela procura responder a Deise que estava passando por um momento de muita dor e cursava na época o Doutorado lá em 2018. A Karina inicia o texto com o comentário da Deise pedindo ajuda e você aconselhando a não desistir e procurar ajuda de um profissional, escrevendo este comentário percebo que seu texto vai de encontro com a discussão proposta lá. Inclusive, espero que a Deise tenha conseguido e esteja bem <3. Por fim, fui estimulado a criar uma conta para poder comentar, interagir com vocês e quem sabe futuramente compartilhar aqui inquietações acompanhadas de reflexões de forma despretensiosa como você e a Karina (agora posso comentar lá tbm <3). Um forte abraço virtualmente para você e a Karina! (vai que ela ler o meu comentário, pois vi que ela acompanha o seu Blog tbm)

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi, João!
      Primeiramente, muito obrigada por sua visita, por seu comentário e pelos desejos de coisas boas nessa minha nova fase e necessidade de pausa. =)

      Acho muito legal que várias pessoas acabam chegando aqui por causa do blog da Karina, que, generosamente, falou sobre mim em alguns momentos. Também sou uma comentarista assídua por lá, rs. A Karina é sensacional, né? Os textos dela me ajudaram muito na fase acadêmica da vida.

      Eu concordo com você, acho que blogs são, de certa forma, um ato de resistência, rs. Confesso que não criei esse blog com essa pretensão, haha, mas acaba sendo, né? A começar pelo fato de que aqui a gente parece ter uma troca real, mesmo que não estejamos em um grupo grande (ou justamente por isso?). A prova é essa rede que vai se formando nos comentários e te fez até criar uma conta pra interagir! Espero, sim, que esse comentário pule pra um blog, ampliando a rede de pessoas que escreve despretensiosamente. Por que não?

      Um abraço pra você também! Espero que a gente se leia mais vezes por aí!

      Curtir

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s