A tranquilidade em saber quem está comigo nas trincheiras

Vamos deixar de lado por um breve momento, que o dia de ontem foi sobre o impedimento da Dilma. Vamos lembrar só daquele cenário que mais parecia um circo de horrores.

Vi deputados corruptos com máscaras de bons moços falando contra corrupção.

Vi deputados invocando o nome de Deus no meio da sujeira que eles fazem. 1 – envolvendo Deus em coisas que duvido que Ele gostaria de estar envolvido; 2 – ignorando que o Estado é laico e eles estão ali para antender o interesse do povo, não da igreja ou religião deles. Vi o Bolsonaro homenageando um dos principais torturadores da história do país.

Vi gente falando da família, da igreja, da avó, do papagaio, da lua no céu, mas não do argumento que consta no processo de impeachment.

Vi deputado citando revolução francesa e Martin Luther King pra votar sim e concluí que lhe falta um pouco de leitura da História.

Vi machismo, homofobia, falso moralismo, falta de caráter.

Vi um acusado e investigado de corrupção liderando esse circo todo.

Vi a imprensa internacional falando do golpe que está acontecendo no Brasil, enquanto a imprensa brasileira alimenta esse golpe.

Foi um dia triste. Hoje é um dia triste. Não apenas pelo resultado, mas por ver que, enquanto esses deputados, com esses pensamentos estiverem aí, tudo será uma grande bosta, independentemente de quem seja presidente.

Mas algo me causa uma grande felicidade: saber que não estou do lado dessas pessoas. Esses dias atrás estava circulando um trecho do Hemingway nas redes sociais, que diz:

“- Quem estará nas trincheiras ao seu lado?

– Isso importa?

– Mais do que a própria guerra”.

Nada neste momento pode ser mais verdadeiro. Olho ao redor e não estou ao lado desse tipo de pessoa. Isso é motivo de felicidade pra mim. Porque mesmo que nossa luta tenha perdas e baixas, nossa cabeça está erguida. Não compactuo com o tipo de pensamento que vi ontem naquele circo e quem está ao meu lado também não. Isso me tranquiliza imensamente no meio desse caos.

2 comentários em “A tranquilidade em saber quem está comigo nas trincheiras

  1. querida sarah. por estar trabalhando não pude estar nas manifestações de hoje, 29.09.2018. só agora à noite pude acessar as redes pra me inteirar. e a partir de um post com o trecho de hemingway vim parar aqui, no seu texto, e em 18.04.2016, um dia após aquele dia tenebroso. mas, agora, me sinto muito orgulhoso e bem só de pensar no orgulho que imagino que vc está sentindo hoje, 29.09.2018. é só isso mesmo. saudações. #elenão #elenunca #elejamais

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi, Iande! Que legal receber seu comentário! Obrigada. É sempre bom encontrar pessoas que vão fortalecendo essas lutas. Parece pouco, mas receber um comentário como o seu na internet (esse espaço cheio de covardes espalhando ódio), faz um bem danado. Infelizmente ontem também não pude estar presente, fiquei um pouco frustrada com isso, mas tudo bem, ver o tamanho da mobilização e o tanto de pessoas na rua alimentou o ânimo e me encheu de orgulho, sim. Juntos somos mais fortes. Um abraço!

      Curtir

Deixe uma resposta para Sarah FT Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s